sexta-feira, 19 de novembro de 2010

Flores musicais


 A música, linguagem universal, rica e inventiva, renasce e se renova a cada boa composição, a cada estilo reinventado e em cada mistura. Uma boa música marca e acaba perdurando eternamente, quer pela gravação original, pela memórias que marca ou por outras músicas que inspira.

Na trilha sonora de hoje, o melhor de três numa seleção especial de lindas flores musicais, comprovando como um tema inspira tanto que renasce, revive e floresce de uma canção para outra.


Começamos com o sucesso "Flores em Você", sexta faixa do álbum Vivendo e Não Aprendendo, do IRA! A banda de rock brasileira lançou este disco
em 1986. A música é um sucesso cantado até hoje, em várias versões. A minha predileta é a do Acústico MTV IRA! 

"E VEJO FLORES EM VOCÊ".



Ainda na década de 80, as flores foram cantadas pelos Titãs na inesquecível Flores. A música, presente no quinto disco da banda. Na versão a seguir, a regravação do álbum ao vivo Acústico MTV, com Branco Mello e a Marisa Monte nos vocais.

"AS FLORES DE PLÁSTICO NÃO MORREM".


Mais recentemente, o cantor brasileiro Jay Vaquer, em "Aquela Música", fez uma citação às avessas ao clássico dos Titãs. Jay prova a força e a influência do verso que ficou eternizado na canção Flores, de duas décadas antes. A composição de Jay Vaquer faz parte do disco do artista, Vendo A Mim Mesmo, de 2004.

"JÁ SEI QUE AS FLORES DE PLÁSTICO NÃO VIVEM".


O bônus de hoje é um clássico de Geraldo Vandré. Na canção "Prá não dizer que não falei de flores", de 1968, o compositor retratou as lutas de uma época de mudanças no país. Não menciona flores uma só vez na letra da canção.

"QUEM SABE FAZ A HORA, NÃO ESPERA ACONTECER".

2 comentários:

  1. Caramba! Nunca tinha parado pra pensar que Flores dão boas músicas! Muito bom!

    ResponderExcluir
  2. Muito bom o artigo e a selação das músicas!

    ResponderExcluir

Diz aí!