terça-feira, 21 de dezembro de 2010

A "culpa" é da Marinha


Parado num sinal de trânsito, no cruzamento da São Francisco Xavier com 28 de Setembro, em frente à UERJ, ouço um homem, que dormia na calçada, acordar esbravejando.
Aparentando seus 25 anos, negro, só de bermuda e muito sujo, ele gritava:

- "Tô aqui por querer não, irmão. A culpa é da Marinha, aquela desgraçada. Me botaram prá fora de casa com tanque de guerra. Maior sacanagem. Não acha covardia, não? Acabaram com meu Alemão, fiel"! 
 
Não! Não acho sacanagem nenhuma. Se fugiu, tinha o que esconder e se acha que "acabaram com o Alemão" por terem dado um pé no rabo do tráfico, no mínimo era do bando.

Não sei onde andava a patrulha do local que não "passou a mão" na figura e foi averiguar a ficha dele. Algo apontava daquele mato sairia coelho.

Tá na cara: o Rio quer PAZ!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz aí!