domingo, 1 de maio de 2011

Pessoas: sabores e saberes de vida.


Boas pessoas são como bons queijos ou vinhos: ficam mais agradáveis e valorosos à medida que o tempo avança. São caros e devemos desfrutá-los com atenção e respeito, sempre aos poucos e sem pressa, aproveitando sua excelente companhia. 

Alimentam-nos, dão sabor à vida, quão queijos nobres.Instigam nossa inteligência e fazem bem ao coração, como os vinhos. 

Mas que não esqueçamos: o queijo é produto de uma ordenha que causou dor. De horas de trabalho. O leite precisou ser considerado estragado. Alguns os desprezariam, mas seu produtor acreditava na sua potencialidade.

O vinho nasceu da uva sofrida: plantada e colhida, pisoteada e destruída. Fermentou e, por vezes, a julgaram estragada ou perdida. Mas um dia ela mostrou sua capacidade de surpreender. 

Quão o alimento e a bebida, o bom queijo e o bom vinho, boas pessoas podem sê-lo assim consideradas por mim e não pelo outro. O gosto pessoal leva-nos a selecionar os sabores que nos alegram a vida. A manter conosco a predileção pelo diferente. Alguns chamam este gosto pessoal de amizade.

Há, porém, uma ressalva: não há rótulos, como dos queijos e dos vinhos, que lhes caibam. São feitos de tantos ingredientes que não os comportaria um pedaço de papel. São as marcas do tempo e o sentimento mútuo que os marcam de valor imensurável para nós.

Boa pessoas não são as pessoas bonitas ou famosas. Podem até ser, mas não devem ser reduzidas a este grupo. São aquelas cuja a simples presença exala perfumes de eternidade. Possuem a capacidade de nos impregnar de realidades que perdemos pelo caminho. Possuem a divina capacidade de nos mostrar quem somos – e quem não somos, sem precisar dizer isto: levam-nos a refletir e encontrar as respostas. 

2 comentários:

  1. "Alimentam-nos, dão sabor à vida, quão queijos nobres.Instigam nossa inteligência e fazem bem ao coração, como os vinhos."
    Amei essa estrofe. Me fez refletir no quanto há em ser bom e ao mesmo tempo vital.
    Parabéns Sid San... Vou usar isso hein !

    ResponderExcluir
  2. É tudo verdade! Adorei o post, gentil e sutil.

    ResponderExcluir

Diz aí!