quinta-feira, 20 de outubro de 2011

a+ Medicina Diagnóstica: "Para não dizer que não falei de flores"...

Achei super bem cuidado o lançamento da a+ Medicina Diagnóstica na televisão. Comunicação decente, bem pensada e, certamente, bem planejada. Gostei da temática, das cores, da marca e da abordagem suave, se assim posso classificar.

Porém, nunca havia me candidatado a experimentar o serviço pelo simples fato de que, há seis anos, faço meus exames no Laboratório Sérgio Franco, que mantém um histórico gráfico dos índices e facilita minha vida, concetrando tudo num só lugar. Até que...

Bom, precisei fazer um exame de imagem e a data disponível no local de costume era muito aquém da necessidade. Busquei opções e, para minha surpresa, havia disponibilidade no a+ na mesma semana. Marquei! E me impressionei!

O que era antes o Laboratório Maiolino, agora parte de uma rede sobre a chancela do Grupo Fleury, não se apresenta com mais do que precisa. Tem um ambiente bem cuidado, mas não tenta se vender como um centro de tecnologia com cores e mobiliário que lhe confiram uma cara hi tech. E tem muita gente por aí que acha que com este tipo de decoração vai fundamentar suas marcas... Só que não é bem por aí

Simples e funcional. É a impressão geral da nova marca para mim. São 94 endereços distribuídos em São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Paraná, Bahia e Pernambuco.A marca erra? Sim! Tem muito a corrigir, aliás. Detalhes mínimos que expõe seu conceito à dúvida e causam demora na conquista da confiança. Entre os que merecem ser citados, esperei 50 minutos a mais do que o que estava agendado. Mas... A simpatia da médica que me atendeu para o exame foi tamanha que tudo se dissipou ali: a impaciência, a correria, o desgaste.

Ultimamente tenho reclamado bastante aqui no blog. Mas o Outras Palavras está aqui para isso mesmo: minha indignação com certas coisas pode ajudar o outro a encontrar um caminho, a discordar, a pensar... Mas também uso o espaço para destacar aquilo que vejo como promissor.

No caso do laboratório, que é um serviço que não usamos todo dia, logo, cai no esquecimento, é priomordial que o atendimento prestado cause satisfação tamanha que nos provoque sempre a lembrança e fixe na mente do consumidor e / ou paciente sua marca. É o que chamamos de "patrimônio intangível" da marca.

Na minha opinião pessoal, por hoje, daria uma nota 8,5 para a empresa. É um começo da história - ao menos da nova marca, que agrega as antigas bandeiras do Grupo Fleury - e ainda tem muito o que evoluir. Ao menos, por enquanto, mostra interesse em chagar lá. E tem meu voto de confiança.


Destaques:

a+ Medicina Diagnóstica - Unidade Del Castilho
Avenida Dom Hélder Câmara, 5.555
http://www.amaissaude.com.br/

Positivos: no campo da comunicação e relacionamento: o site é bem moderno, com letras de ótimo tamanho e facilidade de localização com campos de busca acessíveis e usuais. A revista da a+, "saúde+lazer", disponível para os clientes é pequena, no tamanho certo e com dicas legais e amenas, para ajudar a passar o tempo. Os textos curtos e a linguagem de web facilitar o manuseio e a assimilação da leitura.
Na questão do atendimento, funcionários sorridentes e bem treinads, uniformes que não remetem à hospital ou doença, padronizado do modelo moderno aos sapatênis, com a logomarca bordada.
A limpeza do local estava em dia, mas nada que não fosse obrigação.

Negativos: sala de espera pequena, demora na chamada para o exame após o pré-atendimento (que ainda assim ocorreu na hora correta). Detalhe: bebedouro saindo um fio d´água, fazendo com que se formasse fila tamanha a demora para encher um copo. Reclamação geral e ponto perdido: no mínimo aumenta o estresse de quem espera e denota que algum problema com filtro ocorreu, o que foi confirmado com uma funcionária, que confirmou que o novo estava no local aguardando que o técnico instalasse.

a+: não é um suprasssumo do ramo, mas tem potencial
para se tornar uma das principais lembranças
 dos pacientes nas cidades em que atua.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz aí!