terça-feira, 29 de novembro de 2011

Feliz ano velho: tecnologia, dependência e despesas.


Lidando com computadores aprendi que "quem tem um não tem nenhum e quem tem dois tem um". Algo como 1=0 e 2=1. Conta fácil.

Experimentei isso às vésperas de entregar minha monografia, quanto o computador que eu tinha na época deu um daqueles surtos que só acontece quando a gente mais depende do equipamento, no melhor estilo "broxada virtual". Tratei de cuidar para que não ficasse mais sem ter um Plano B, ou seja, ter um terminal de reserva. Passei a ter dois computadores. 

O tempo passou e, pronto para adentar o mês de dezembro, concluí: o ano novo trará despesas de atualização tecnológica. Meu PC, que até outro dia era novo, já está obsoleto e não compensa upgrade. Meu notebook, após anos de muito uso e ótimos serviços prestados, resolveu que vai se aposentar.

Tanta coisa na mente... Da obsolescência programada até pirações sobre nossa dependência tecnológica... Prenúncio de despesas.

Feliz ano novo... Infelizes computadores velhos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Diz aí!